quarta-feira, 10 de novembro de 2010

Francisco e a saga da introdução de alimentos!

Mordendo cenoura.

Chupando um gomo de mexirica.

Mordendo maçã! Olha a cara dele de quem está a-d-o-r-a-n-d-o!!!

Falta uma semana para o Francisco completar 7 meses e ele continua na amamentação exclusiva. Ele já experimentou alguns sabores, mas definitivamente não está curioso e não aprecia ainda outro alimento a não ser o leitinho da mamãe aqui! Tem dias que não ofereço nada para ele, tem dias que tento dar amassadinho e ele realmente não aceita! E tem outros dias que ofereço uma fruta em pedaço para que ele mesmo prove! Tudo, tudo mesmo, que ele pega na mão ele leva à boca: telefone, chave, brinquedo e comida! Mas ele só faz cara feia quando sente o gosto de frutas hehehe Até agora a coisa que ele achou mais legal foi cenoura e mexirica (tangerina)! Mas dar os pedaços na mãozinha dele não é muito legal, pois ele já tem 7 dentinhos e acaba mordendo pedações enormes e já engasgou muitas vezes! Ah! Tentei dar batata amassadinha tbm e ele detestou hahahah

Mas como na vida tudo é uma surpresa, aconteceu uma coisa semana passada que me deixou com cara de bolacha hehehe
O Pietro estava alegremente comendo umas bolachinhas de leite amantegadas. De repente o Pietro me fala todo feliz:
- Eu dei uma, mamãe! Po Fankikô! Eu dei!
E eu olho o Francisco e ele está chupando alegremente e com uma vontade louca uma bolacha!
E ontem ele estava chupando outra! E eu pergunto para o Pietro quantas ele deu para o Francisco e ele responde:
- Catoze!
Ai, ai... Fruta ele não gosta, mas se eu der um pacote de bolacha ele come tudoooooo. Mas eu não dou, não, viu?!

1 comentários:

As peripécias do José Guilherme disse...

Larissa
O meu bebê também teve uma certa dificuldade para começar a comer. Porém, quando a minha mãe foi dar frutinha pra ele, adorou, comeu tudinho!!! Então percebi que a senha era essa: como eu tenho o leitinho gostoso ele não vai comer comigo. Fiz o teste por 15 dias, depois que ele aprendeu a gostar das frutas, voltei a oferecer eu mesmo.