quarta-feira, 9 de abril de 2014

Palavras

Hen-í-que = Henrique
Kicô ou icô = Ticô
Pi é o Pi, mas o Ticô é quase sempre Pi pra ela tbm!
Pilô é qualquer coisa de comer!  Papá ela nunca usa!  Se quer comer é Pilô!

Amo minha coisinha laranja!

Rebeca 1a 5m

segunda-feira, 4 de novembro de 2013

Mulheres...


Francisco adora bonecas!  Principalmente Barbies e Pollys!  Segundo ele, são lindas!  As pobres Barbies e Pollys vivem as mais loucas aventuras com ele.

Hoje de manhã ele me conta:
- Mamãe, o Pi disse que eu só penso em mulher...
- É mesmo, Ticô? (imaginei que se tratava das bonecas...)
- É!  Ele disse isso, mas não é verdade!  Eu só penso em duas mulheres!
- E quem são elas?
- Você e a Luiza!

Ploft...  morri de amor!

3 anos e 6 meses

sexta-feira, 25 de outubro de 2013

Criação com apego

Para quem ainda acha que criação com apego é criar crianças mimadas e dependentes, resolvi contar um pouquinho sobre a Rebeca!

Rebeca nasceu em casa, mamou com poucos minutos de vida.  Seu bercinho não tem grade de um dos lados e fica encostado na minha cama.  Desde que nasceu é assim que dorme: do meu lado.

Mama em livre demanda, o que significa que mama quanto e quando quer.

Tem colo em livre demanda também.  Pouco usa carrinho de bebê!  Quando saímos fica no sling, wrap ou easy wrap.

Frequentou a faculdade comigo até os 8 meses!

E como Rebeca é?  Rebeca adora mamar, mas não é dependente do peito para dormir.  Quando está mamando e resolve que não quer mais, solta e vai deitar com o dedinho na boca.  Apesar dela dormir comigo, ela prefere indiscutivelmente seu bercinho.  Ela mama deitadinha e quando termina rola para seu bercinho.  Essa semana eu a coloquei no meio da minha cama para mamar e quando ela terminou, passou por cima de mim e foi para para sua caminha!  Isso aconteceu durante a madrugada!

Apesar de adorar um colo é um bebê que não dispensa o chão.  Ela é criada com apego, porém é livre!

Um beijo!  É a criança mais beijoqueira que já vi!

terça-feira, 1 de outubro de 2013

Vocabulário da Rebeca



Sem dúvidas a Rebeca foi a filha que falou mais cedo e mais rápido!  Apesar dos 11 meses recém completados, ela fala muita coisa!  E cada dia surge uma palavra nova!  Para nunca esquecer, aqui vai a lista de palavrinhas da Beca:

Mamã - mamãe, claro!  Fala pouco, só quando quer muita atenção!
Mamá - peito!!!  Leite!!!  kkk
Nenê - primeira palavrinha.  Toda criança é nenê!  Adora um nenê!!!  Tbm chama de nenê os filhotinhos de gato!
Pé ou pepé - pé!
papá - mas sai algo como pbapbá e pode ser papá de comer ou papai.
papaí - tbm com som de PB.  Papai, claro!
Lhu ou Lhulhu - Luiza
Pbi- Pi de Pietro
Ábua - água
pão - pão kkk
tautau - tchau
nananã ou nanani - não e vem acompanhado de um não com o dedinho e com a cabeça tbm!
Pimbim - pinguim
auauau - au-au, cachorro, gato...  qualquer bicho
Grrrrrrrauuuu - é um rugido...  qualquer bicho tbm.  mesmo o mais fofinho kkkk
Alô - alô ao telefone!
naná - dormir, e quando eu falo para ela "deita aqui pra naná" ela bate a mãozinha onde é para deitar!
pssss- chamando o gato

Editado: 
lembrei que ela fala mais duas palavrinhas:
adê: cadê
aííí: aqui, na brincadeira de cadê-achou!

Editado novamente:
Lembrei de mias 2 palavrinhas:
sissi: xixi!  E ela fala com o S bem forte, tipo cobra kkkk
cocô: pronunciado somente o C em um som meio gutural, mas muito fofo!!!
pbumpbum: bumbum

domingo, 17 de fevereiro de 2013

um pouco sobre... Rebeca


Rebeca está hoje com 3 meses e 20 dias!  e o que ela já faz?
- sorriu em resposta a um sorriso com cerca de 25 dias
- gargalhou com cerca de 2 meses
- com 2 meses e 10 dias já pegava um brinquedo ou algo que chamasse sua atenção
- com quaaaase 3 meses começou a rolar.  Primeiro virava a barriga para baixo, agora desvira tbm, mas não é muito hábil nessa manobra ainda heheh
- com 2 meses e meio começou a conversar, mas é do tipo que fala pouco, por enquanto.
- pegou o pé e levou na boca com 3 meses e 15 dias

Rebeca é um bebê muito sorridente!  Muitas vezes, com ela no colo, algo chama sua atenção e ela dá gargalhadas sozinha!  Acho que vai adorar uma comédia essa minha filha!

Ai, como amo essa coisinha redondinha e miudinha!

terça-feira, 5 de fevereiro de 2013

Mais um desmame natural


Francisco mamando com 2 dias!

Pietro mamou até 3 anos e 5 meses.  Engravidei e continuei a amamenta-lo e quando o Francisco nasceu ele continuou mamando.  E seguiu mamando por mais um ano após o nascimento do irmão.  Pietro mamava pouco, mas mamava.  Até que parou de mamar, parou de pedir e quando pediu eu o relembrei de que fazia tempo que ele não mamava.  E assim ele parou de mamar.
Com Francisco foi parecido, mas não igual!  Com Francisco eu não fiz desmame noturno.  Simplesmente disse para ele que o mamá também dormia de noite e que ele só poderia mamar quando o sol estivesse lá fora!  Ele entendeu!  Até chegou a pedir para mamar quando acordou e o abajur do quarto estava aceso.  Pensou que já fosse dia!!!  Engravidei e ele seguiu mamando.  Mas algo me incomodava.  Ele mamava muito, toda hora!  Não podia me ver sentada que queria mamar.  Se eu estava ao telefone também queria mamar.  Isso estava me deixando irritada.  Grávida eu fico meio bipolar, então imagina!  Ele queria mamar, eu me irritava.  Rafael falava para eu desmamar.  Eu me sentia culpada por ter engravidado de novo e ele ser tão pequeno.  Imagina desmamar meu pequenininho?  Mas amamentar também não estava fácil!
A amamentação do Francisco foi tranquila.  Não tive muitos problemas.  A única coisa que me lembro foi um início de mastite quando ele já tinha mais de um ano.  Não durou mais que dois dias.  Francisco pegou o peito direitinho quando nasceu.  Não sei se foi pq eu já amamentava o Pietro, mas não tive rachaduras, não doeu, não empedrou no início.  Como a Jobis costuma comparar, a amamentação do Francisco foi fácil como respirar! 
E então Rebeca nasceu.  E Francisco passou a competir pelo peito.  Todas as vezes que ela mamava, ele queria também.  Antes dele ir dormir eu passei a amamentar os dois juntos, pois ele não esperava, chorava, queria me bater!  O mamá era dele e ele estava emprestando para a Rebeca.  E isso foi me incomodando cada vez mais!  Até que a frase “Me dá esse mamá!” em tom de ordem, virou uma constante!  Ele queria mamar toda hora, em qualquer lugar e manda eu dar o mamá.  Cansei.  E vi que realmente não estava mais bom para mim.  Tinha virado obrigação, tinha virado uma coisa muito chata! 
Amamentando Rebeca e Francisco juntos.  Era assim quase todas as noites!

Comecei a arrumar situações em que eu não precisava amamentar.  Ele deixou de dormir de tarde, pois só adormecia mamando.  Apesar dele continuar pingando de sono eu preferia isso do que ele pendurado no meu peito enquanto Rebeca chorava!  De noite eu colocava um desenho no quarto e ele dormia sem mamar.  Por um lado eu ficava triste.  Pietro continuou mamando por tanto tempo depois que ele nasceu...  Mas pelo outro lado eu me sentia aliviada! 
E assim fomos indo.  Um dia sem mamar.  Outro dia...  Mamava uma vez.  Ficava alguns dias sem mamar.  E então aconteceu.  Dia 22 de janeiro ele pediu para mamar quando eu estava ao telefone.  E depois não pediu mais.  Foi lembrar uma semana depois.  Gentilmente eu o relembrei que não mamava mais!  Ele não insistiu!  Desmamou!
Dois anos, nove meses, cinco dias mamando.  E esse ciclo se fechou assim.  E outro ciclo recomeça!

Ultima foto do Francisco mamando.



Um mundo cor de rosa


E o bb surpresa é uma menina linda!  Tão linda, mas tão linda que ainda custo a acreditar que é uma menina!  E é uma menina rosa!  Branca, mas tão branca que fica rosa!  Rosa de cabelos avermelhados no sol.  Ruiva!  Minha bb menina é ruiva!  Não sei se assim ficará depois de maiorzinha, mas o fato é que todo mundo percebe que à luz do sol ou em luz fria ela é ruiva!  Sobrancelhas laranja e quase transparentes! 
E nasceu minha bb menina sem nada rosa para vestir!  Nada não!  No meio da gestação eu havia comprado 3 fraldinhas usadas de uma moça chamada Camila.  Junto com as fraldinhas ela enviou um vestidinho, um body e uma calça.  Tudo rosinha!  Céus!  Eu olhava e pensava: será que é uma menina? E era!  Mas de rosa ela só tinha essas 3 peças de roupa!  Usou amarelo, verde, branco, cinza...  motivos de patinho, sapinho, zebrinha...  Nada específico.  Ela tinha 6 bodies brancos!!!  Tudo branco!  Neutro!  E então uma moça chamada Shirlei, de São Paulo, me diz que vai me dar umas roupinhas que eram da sua filha!  Era uma forma dela agradecer pelo apoio que dei à ela em busca do seu VBAC.  Que legal!  Roupinhas de menina!  Vovó Leila tbm quis dar umas roupinhas.  Pedi coisinhas de usar em casa, camisetinhas...  E lá no trabalho da vovó resolveram mandar umas roupinhas também!
E Rebeca ficou rosa!  Não só na pele como nas roupas também!  Rosa no sentido de feminina!  Pois tem roupinhas de todas as cores: amarelo, azul...  Mas com muita florzinha, muitos vestidos, muito rosa!  E meu mundo ficou rosa, delicado, feminino!  Lacinhos na cabeça, fralda combinando com o vestido, sapatinhos de boneca!  Rebeca tem tanta roupa!  E tanta coisa linda!  Rebeca abençoada! 
Acabou que não precisei comprar NADA!  Só comprei as roupinhas neutras!  As roupinhas de menina, que era a preocupação das pessoas quando descobriam que eu não queria saber o sexo do bb, chegaram como presentes para Rebeca, que tem um guarda-roupas incrível!

Com o vestidinho que a Camila deu.